quinta-feira, 23 de abril de 2009

Finalmente consigo escrever....

Finalmente consigo dar notícias. É que com as chuvadas e trovoadas africanas, a net não tem estado nada famosa. Aliás, queria começar a colocar umas fotografias aqui no blogue mas não consigo...a rede está fraca e não o permite.
De qualquer forma, já voltei e tudo parece igual...a não ser todas as obras por onde normalmente passo que rapidamente se notam diferenças. Para além disso, as noites destes dois ultimos dias, estão mais frescas. Dizem que é a chegada do Cacimbo (Inverno), mas não sei será isso. O que sei é que mesmo assim as noites são extremamente agradáveis.
No último sábado fomos jantar a Luanda, ao restaurante Caribe, que fica na ilha. Um espaço também muito agradavel, bem ao genero do que já tenho falado: palmeiras, junto a praia, música ambiente, calor, portugueses, serviço bem rapido e umas caipirinhas e cucas para animar! Curiosamente, quando escolhemos o prato o Y. disse ao funcionário: "Porco preto"....pedimos as bebidas, entretemo-nos com as entradas....quando chega o prato, achamos que era pouca quantidade, mesmo pouca (4 bifinhos, um bocadinho de batata e um bocadinho de vegetais). Começamos logo na "discussão" do costume: "Para mim chega perfeitamente, eu so como um bocadinho..." e o Y. diz "Nem penses isto é meia-dose, é impossivel ser para 2 pessoas" e eu "Não é nada...é mesmo uma dose pequenina e chega perfeitamente"; conclusão, era mesmo meia dose, tivemos que pedir outra porque estavamos com fome e para a próxima ao fazer-mos o pedido teremos que ser bem claros: "Porco preto para os dois" ou então "Eu quero porco preto e ela também quer porco preto". Apesar de tudo, o funcionario ficou super atrapalhado e providenciou a outra dose com muita rapidez.
Nessa noite à ida de Viana para Luanda, fiquei mais uma vez chocada com qualquer coisa. Mas desta vez não foi qualquer coisa....um acidente em que uma mota foi abalroada por um camião e estava um corpo de uma jovem estendido no chão e inevitavelmente morta....um horror. Mas o que mais me choca é que estava um grupo pequeno de pessoas do outro lado do camião a discutirem (penso eu) o acidente e o corpo a alguns metros sem ninguem ao lado. Nesta estrada estas situações são comuns...ultrapassa-se por qualquer lado, há muito transito, a estrada não tem visibilidade, as pessoas atravessam em todo lado....é impressionante e assustador.
Espero que a net fique melhor o mais brevemente possível para conseguir colocar aqui umas fotos para animar a malta. Até breve!

Sem comentários:

Enviar um comentário